Surucucu-pico-de-jaca

Surucucu-pico-de-jaca, surucucu (Lachesis muta rhombeata)

Reino:
Animalia

Filo:
Chordata

Classe:
Reptilia

Ordem:
Squamata

Família:
Viperidae

Gênero:
Lachesis

Nome Científico/Espécie:
Lachesis muta rhombeata

Nome Popular:
Surucucu-pico-de-jaca, surucucu

Alimentação:
Alimenta-se de pequenos roedores.


Ameaçada de extinção devido ao desmatamento, morte pelos caçadores e pessoas que transitam por áreas florestadas da mata atlântica.

Reprodução:
Única viperídea das américas que coloca ovos, até 16, com tempo de incubação de 2 meses.

Características:
Possuem um colorido e fundo de tons amarelado ou alaranjado, sobreposto por losangos pretos na região dorsal. Possui escamas dorsais fortemente quiladas e eriçadas, lembrando "picos de jaca", dai seu nome popular. É a maior viperídea do mundo e a maior serpente peçonhenta das américas, podendo atingir até 4,5 m de comprimento, sendo comum animais de 2 m. Suas presas ultrapassam 2 cm de comprimento, seu bote pode ultrapassar 2m de extensão e no mínimo 1m de altura. Seu veneno é bem menos ativo do que o veneno da jararaca. Tem a cauda terminando com um espinho.

Habitat:
Floresta Atlântica e florestas preservadas e úmidas. Do Rio de janeiro até o Ceará. Vivem na mata densa, e úmida, em tocas de pedra ou em galerias de animais silvestres.

Classificação IUCN:
Considerada vulnerável.