Tartaruga de couro ou gigante

Tartaruga de couro ou gigante (Dermochelys coriacea)

Reino:
Animalia

Filo:
Chordata

Classe:
Reptilia

Ordem:
Testudinata

Família:
Dermochelyidae

Gênero:
Dermochelys

Nome Científico/Espécie:
Dermochelys coriacea

Nome Popular:
Tartaruga de couro ou gigante

Alimentação:
A dieta é composta por zooplâncton gelatinoso, como celenterados, pyrossomos e salpas.

Reprodução:
A área conhecida com desovas regulares situa-se no litoral norte do Espírito Santo, com relatos de desovas ocasionais no Rio Grande do Norte, Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Há também registros de ocorrências reprodutivas no Piauí.

Características:
Possui o crânio muito forte; presença de palato secundário; cabeça parcialmente ou não retrátil; extremidades em forma de nadadeiras não retráteis cobertas por numerosas placas pequenas (com dedos alongados e firmemente presos por tecido conjuntivo); as garras são reduzidas. No mar, chegam a atingir até 35 km/h.
Seu casco (carapaça) é composto por uma camada de pele fina e resistente e milhares de placas minúsculas de osso, formando sete quilhas ao longo do comprimento; apenas os filhotes apresentam placas córneas, daí o nome popular: de-couro; a coloração é cinzenta-escura ou preta, com pontos brancos.
Pesa em média 400 kg, porém a maior já registrada tinha mais de 900 kg. Pode atingir 200 cm de carapaça.

Habitat:
Todos os oceanos tropicais e temperados do mundo. Vive usualmente na zona oceânica durante a maior parte da vida. A única área regular de desova conhecida no Brasil situa-se no litoral norte do Espírito Santo.

Classificação IUCN:
Criticamente ameaçada.