Animais também são vítimas de estresse

Assim como nós seres humanos, o estresse está presente na vida dos animais diariamente. Seja pelo barulho excessivo, aglomerado de pessoas nas ruas ou até mesmo pelo tempo em que cães e gatos ficam sozinhos em casa: esse mal pode trazer sérios danos psicológicos a eles.

Segundo o site Mundo das Tribos, o principal sintoma de aborrecimento entre os gatos é a falta de higiene pessoal. O gato deixa de fazer sua limpeza diária (quando passa sua própria língua no corpo). Além disso, ele começa a fazer as necessidades fora do local de costume, adquire pupilas dilatadas, entre outros problemas. Já os cachorros ficam mais agitados, raivosos e não conseguem ter um sono tranquilo.

Para lidar com o estresse em animais, após detectar os sintomas, é importante manter a casa sempre limpa e ficar de olho na higiene dos animais. Às vezes, o mau cheiro faz com que eles fiquem mais agitados do que o normal.

Dê carinho e amor. Só assim seu ‘’filhote’’ vai se sentir importante e acolhido, fazendo, assim, com que ele fique calmo. Os animais capturaram o estado de espírito dos tutores, criando fortes laços que, indiretamente, acabam sendo transmitidos através de suas ações.

A alimentação também pode ser fator de peso no controle desse mal. Se certifique de que o peludo está consumindo os nutrientes que precisa para viver saudável. Outra situação que gera estresse em animais domésticos são as longas viagens de carro. Evite!

É importante sempre procurar a ajuda de um médico veterinário para saber qual melhor meio de tratar cães e gatos, independente da situação em que eles se encontram.

Fonte: O Povo

, , ,