O que ocorre quando o gato engole as bolas de pelo?

O gato é um animal que anda ‘atrelado’ com a higiene. Afinal, ele vive se lambendo para deixar os pelos bem limpinhos. Já parou pra reparar que sempre que ele anda por algum local, está se lambendo? Mas, sempre que age desta maneira, acaba ingerindo pelos. Agora você deve estar se perguntando se isso tem risco para o animal, não é mesmo?

De acordo com a médica veterinária Cristiane Uhlmann, isso pode gerar um problema no intestino, caso o gato não coloque essas famosas bolas de pelo para fora através do vômito ou das fezes. Chamadas de tricobezoares, as bolas de pelo formam-se principalmente nos gatos de raça de pelo longo, como angorá e persa. Nos de pelo curto a formação também é comum, porém os fios não são tão grandes.

Hoje, conforme com Cristiane, existem petiscos que ajudam a desmanchar essas bolas de pelo no estômago do animal. Atualmente, segundo ela, casos envolvendo bolas de pelo não são tão comuns. ‘Geralmente eles conseguem eliminar no vômito, fezes ou atrás dos petiscos’, reforça a médica veterinária.

Segundo informações do site Pet Mag, as bolas de pelo passam para o intestino, desregulando o sistema digestivo do animal e provocando alterações como dificuldades de evacuação ou diarreia. Outra grande possibilidade é a de gerar uma oclusão intestinal, sendo necessária uma operação para a remoção, pois se a situação se prolongar sem tratamento o gato pode, inclusive, morrer. Caso o gato apresente outros sintomas, como perda de peso, diarreia, desidratação, pelagem sem brilho ou falhas, é importante procurar um veterinário.

Fonte: Folha do Matte

, , ,