Ação que uniu consciência e diversão encerra com adoção de 44 animais

A feira de adoção de animais que aconteceu neste sábado (19) em Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, foi encerrada com 44 animais seguindo para novos lares. O evento no estacionamento de um shopping, no Parque Burle, recebeu aproximadamente 800 visitantes, segundo os organizadores. Entre as atrações estavam o desfile de cachorros e gatos, pintura facial, bazar e oficinas sobre cuidados com os animais, além de shows com a banda Ramona Rox e Tom Zahir.

A ação realizada pelo projeto “Heróis de Patinhas” foi idealizada por alunos da Universidade Veiga de Almeida. O publicitário Walker Medina se rendeu aos encantos da Margô, uma cadelinha de um ano e meio, após quatro anos sem a companhia de um animal em casa.

Divulgação

Divulgação

“Quem gosta não se acostuma a ficar sem, sente muita falta. Ainda mais quando vai na casa dos amigos e todo mundo tem cachorro. A Margô olhou para a minha mulher e já chegou colocando as duas patinhas no peito dela. Aí já era, ‘game over’. É fantástico”, revelou o novo tutor da cadelinha.

“O importante no evento é a conscientização sobre a adoção responsável, das pessoas terem consciência que estão adotando uma vida. A gente faz um termo de adoção, pede todos os documentos e pede que as pessoas vacinem, façam exames de rotina e vermifugação. Eles têm que ter um lar de qualidade, que dê muito amor e carinho”, diz Caroline Midori, da ONG Apaixonados por Bichos.

O projeto ainda espalhou caixas para receber doações para as ONGs Apaixonados Bichos e Patinhas da Aldeia, parceiras da ação. O objetivo é receber ração, material de limpeza, dormitórios e comedouros para os animais. Todo o material arrecadado, além da renda com o bazar, será repassado às duas ONGs, que trabalham resgatando animais em situação de rua, além de oferecer lares temporários.

Divulgação

Divulgação

Os visitantes da ação no shopping receberam orientações sobre adoção responsável por meio de profissionais, além de material que foi distribuído gratuitamente pelo projeto Heróis de Patinhas.

“É uma experiência para todos que vieram prestigiar, adotar e até mesmo para aqueles que vieram trabalhar. São várias questões que vão ampliando as expectativas dos alunos, fazendo com que eles possam experimentar como funciona o mercado através desse tipo de ação”, afirma a professora Paula Guaraldo, da Universidade Veiga de Almeida, sobre o trabalho de divulgação e organização dos estudantes de comunicação.

Fonte: G1

, , ,