Fogos de artifícios: animais sofrem muito com o barulho

Todo final de ano a história se repete, fogos de artifício, rojões, música e festa simbolizando o ciclo que termina e o outro que começa. Outro fato que se repete é a aflição dos animais que, por terem a capacidade auditiva superior a dos seres humanos se incomodam muito com tanto barulho. As organizações protetoras dos animais realizam campanhas contra o uso excessivo destas práticas, mas tem conquistado poucos adeptos solidários aos animais.

Medidas preventivas podem ser tomadas para amenizar o sofrimento dos cães, gatos e outros animais de companhia: permita que seu animal se esconda se ele demonstrar necessidade; cuide para que os portões estejam fechados para evitar fuga; algumas pessoas colocam algodão no ouvido do animal na tentativa de reduzir a intensidade do som.

Tratamento Preventivo
Outra medida preventiva é o uso do tratamento homeopático para o controle do estresse. A médica-veterinária, Patrícia Martins de Rezende, promotora técnica na Real H Nutrição e Saúde Animal é especialista em homeopatia e recomenda que o tratamento comece antes do período crítico. “A possibilidade de o animal reagir com eficácia ao tratamento é maior quando iniciado com antecedência, pois o produto já começa a agir reduzindo a resposta orgânica frente ao estresse”.

A Veterinária explica também que o método é “completamente ausente de toxidez, sem contraindicação e não oferecem riscos à saúde em caso de superdosagem” por se tratar de um tratamento natural. “Além disso, o produto é de fácil administração. Pode-se utilizar diretamente na parte interna da bochecha dirigindo as borrifadas sobre ela. Também pode ser adicionado na água de bebida ou sobre o alimento”, explica Patrícia.

Fonte: MS Notícias

, , ,