Moradores de Piaçabuçu (AL) denunciam morte de tartarugas-marinhas.

Moradores e turistas que frequentam a praia do Peba, na cidade de Piaçabuçu, no litoral sul de Alagoas, afirmam que tem aumentado consideravelmente a quantidade de tartarugas mortas na faixa de areia. O fato tem chamado muito a atenção da população, principalmente após um morador contabilizar o aparecimento de 11 animais mortos.

Em entrevista ao Alagoas24horas, o biólogo Bruno Stefanis, do Instituto Biota de Conservação, acredita que o caso do Pontal do Peba é causado pela pesca. Como a região é muito utilizada para a pesca de camarão e como há alimento no local, é fácil atrair várias espécies. No caso da tartarugas, elas acabam sendo pescadas acidentalmente e morrendo.

Para Stefanis, o maior problema é a falta de informação. Ele explica que quando as tartarugas ficam presas na rede de pesca, elas desmaiam e conseguem ficar cerca de três horas em apneia. Quando isso acontece, para muito pescadores o animal já está morto. “Quando ele vê a tartaruga presa à sua rede ele pensa que ela está morta. Então, ou esquarteja o animal para não danificar a rede, ou tira o animal e joga na água, causando seu afogamento”, explica o biólogo.

Ele completa dizendo que se houvesse investimentos do governo em políticas púbicas, a morte das tartarugas poderia ser facilmente evitada. “Se os pescadores da região tivessem acesso à informação sobre primeiros socorros, os casos de morte de tartarugas seriam reduzidos. Então a gente pede às comunidades que enviem denúncias para o nosso aplicativo e assim poderemos cobrar respostas dos órgãos competentes”, acrescentou.

O aplicativo da Biota pode ser baixado acessando este link.

, , , ,