Prefeitura de SP sanciona lei que libera animais em abrigos

A Prefeitura de São Paulo sancionou a lei que diz que “abrigos emergenciais, albergues, centros de serviços, restaurantes comunitários e casas de convivência” devem aceitar animais. A lei foi sancionado no dia 23 e tem 90 dias para ser regulamentada.

Segundo o texto, esses locais devem “disponibilizar espaços apropriados para acolhimento de animais de pequeno e médio porte”. A lei também diz que “a disponibilidade de espaços ficará subordinada à comprovação de viabilidade econômica pelo Executivo”.

A Prefeitura informou que ainda não tem detalhes de como será a aplicação desta lei ou se terá que realizar reformas nos abrigos, porque ainda está no período de regulamentação. O projeto de lei é do vereador Toninho Vespoli (PSOL).

Um dos argumentos dos moradores em situação de rua para não ir para abrigos era a proibição de animais de estimação, mostrou reportagem do SPTV em junho (veja reportagem abaixo).

Rogério Benedito Moreira mora na rua há mais de 40 anos e não fica sozinho. Ele divide o espaço com 14 amigos e mais 6 filhotes de cachorros. “Posso passar frio, o jeito que for, mas junto com eles. Já que não tem vaga pra eles, não tem vaga pra mim”, afirma.

Assista a reportagem do G1 aqui.

Fonte: G1

, , , , ,